As alianças de casamento são conhecidas de todos e desejadas por muitos. Sendo uma presença quase total nas mãos de casais casados, a história desses anéis especiais vai muito além dos tempos recentes.

Usada por tradição nos casamentos, na mão esquerda, e mais recentemente nos noivados, na mão direita, a maior parte das alianças de casamento é de ouro. Porque o metal é considerado por muitos o mais precioso e famoso por ser incorruptível, isso é, não enferrujar.

Além disso, é muito frequente entre noivos e noivas a história de que o anel ou aliança de casamento representa o vínculo eterno entre os dois. Assim como, é comum também o ensinamento de que o lado correto para se usar a aliança é o esquerdo, o lado do coração.

Mas você sabe de onde vem essas afirmações? Continue lendo esse artigo para descobrir 6 curiosidades sobre aliança de casamento que você nunca imaginaria.

Aliança de casamento dentro de caixinha cinza com uma rama ao lado
A história das alianças de casamento remonta a muito tempo atrás, talvez ao Egito antigo. No entanto, continua sendo usadas até hoje por pessoas de diferentes lugares, religiões e costumes. (Reprodução/Unsplash)

1 – Origens

Muitos diriam que as alianças de casamento foram introduzidas pela igreja cristã, certo? Errado! Na realidade, o uso de alianças de casamento remonta há cerca de cinco mil anos atrás.

Indícios históricos e da arqueologia indicam que alianças de casamento já eram usadas no antigo Egito. A ideia de usar anéis nos dedos para representar compromisso, portanto, não é nova.

Foi apenas com a conquista do Egito pelo imperador Alexandre Magno que o costume se expandiu aos gregos. A partir daí, disseminou-se por toda a Europa, havendo relatos históricos de seu uso em vários momentos.

2 – Composição da aliança de casamento

Hoje a aliança de casamento mais comum e desejada é aquela feita de ouro, com cor amarela. Há também as opções em ouro branco e rosê, mas o ouro amarelo é, de longe, a opção mais desejada. Mas, por mais comum que seja hoje, não era assim no início.

Como já dissemos, a origem da aliança de casamento remonta ao antigo Egito. Lá, embora os anéis de ouro pudessem existir, vários tipos de materiais eram usados. Os egípcios que não tinham acesso a ouro usavam desde tiras de couro até raízes entrelaçadas como anéis.

Aliança de Casamento em Ouro Branco 18K – 4mm Arredondada com pedras na borda
Atualmente, você pode escolher entre várias opções de ouro. Assim, sua aliança se torna única e da maneira que combina mais com vocês dois. Esta aliança linda da foto de ouro branco com pedras, é da Altar Alianças, clique aqui para ver mais sobre ela.

3 – Onde é usada a aliança de casamento?

Você já deve ter ouvido que o coração fica do lado esquerdo do peito. Bom, essa informação não é muito precisa. Por menos romântico que seja, o coração fica realmente no meio do peito. Acontece que ele é levemente inclinado para a esquerda, por isso sentimos mais aí.

Embora hoje saibamos disso, não havia esse entendimento quando a aliança de casamento começou a ser usada. Uma curiosidade interessante sobre suas origens é o motivo de se usar ela no dedo anelar da mão esquerda.

Como você deve saber, grande parte dos estudos em medicina e anatomia começaram a ser feitos no Egito e Grécia. Embora um tanto imprecisos, esses estudos lançaram as bases da medicina moderna.

O fato curioso é que essas culturas antigas consideravam que pelo dedo anelar da mão esquerda passava a veia do amor. No entendimento deles, a chamada vena amoris tinha ligação direta ao coração.

Por isso a aliança de casamento era posta nesse dedo, simbolizando também o amor do casal. Até os dias de hoje esse costume continua vivo, embora a maioria das pessoas não saiba bem qual a sua origem.

Clicar para conhecer os modelos da Altar Clicar para conhecer os modelos da Altar

4 – Aliança de casamento como símbolo de fortuna

Que o ouro é caro, disso ninguém tem dúvida. Você já sabe que alianças não custam pouco, e quanto mais grossa ela for, mais cara será. Adereços como diamantes podem ser usados e tornam os preços das peças ainda maiores.

O que você provavelmente não sabia é que na antiguidade elas davam acesso aos bens do casal. Pois, era muito comum que o uso de anéis representasse poder, autoridade e riqueza. Esses eram muito usados como selos, por exemplo, indicando posses.

Nesse mesmo sentido, alguns modelos de anéis podiam ser usados como tipos de chaves para cômodos ou cofres. Nesses casos, o esposo entregava o anel à esposa ao chegar em casa, após o casamento.

Assim, além do símbolo romântico, a aliança de casamento tornava-se também um sinal de confiança. Entregando-a o esposo mostrava fé na esposa e compartilhava com ela seus bens mais preciosos. Isso servia como uma reafirmação do amor e da unidade do casal.

Noivos felizes debaixo de um guarda-chuva transparente
Assim vemos como é um “objeto” que simboliza diversos significados importantes através da histórias. (Reprodução/Unsplash)

5 – A aliança de casamento na tradição cristã

Apesar de hoje ser sempre presente nas cerimônias religiosas cristãs, a aliança nem sempre fez parte desse rito. Essa joia só teve sua incorporação aos casamentos cristãos no século 11. Para a Igreja, o uso da aliança pelos noivos representa união eterna entre o casal e com Deus.

Mesmo então, quando os cristãos começaram a usá-la, nem todos tinham acesso a ouro. Por isso as alianças eram feitas de diversos materiais, principalmente metais como prata, bronze, cobre e ferro.

6 – Anéis de compromisso ou de noivado

Só há relatos de anéis de compromisso ou de noivado na história a partir do século 13. Eles surgiram em um período próximo a uma ordem papal instruindo os noivos a esperarem um tempo entre o pedido e o casamento.

Com o passar do tempo esses anéis foram tornando-se mais sofisticados e ganharam adereços como diamantes. Por um tempo, foram vistos como um tipo de penhor.

O noivo dava um anel à noiva como prova de que estava assumindo um compromisso público de casar-se com ela. Desse modo, caso ele desistisse do matrimônio, o anel permanecia na posse da noiva, que o tinha como um tipo de indenização.

Hoje, noivos continuam utilizando anéis de noivado ou a aliança de casamento colocada no dedo anelar da mão direita. Bem como, é comum que namorados usem anéis de prata para simbolizar o compromisso.

Independente da evolução histórica da aliança de casamento, o mais importante é o significado que o casal dá aos anéis. Portanto, não há regras quanto a esse assunto e o que vale mesmo é o carinho, cuidado e amor entre os dois.

Enfim, seja de ouro, prata ou ferro, o significado importa mais que a joia em si. Por isso, cada casal deve adaptar ao seu estilo e desejo pessoais para encontrar a aliança perfeita. Dessa forma, na Altar Alianças você pode fazer sua encomenda personalizada ou escolher neste catálogo com diversas opções maravilhosas para você:

Clicar para chamar especialista Clicar para chamar especialista
Quero saber mais sobre alianças

Deixe uma resposta