O casamento caipira, que acontece durante a festa junina, é conhecido como uma sátira às cerimônias tradicionais, representando a união de uma maneira descontraída.

Feita para homenagear Santo Antônio, ela é um dos momentos mais esperados do evento.

Normalmente ela é realizada após a quadrilha, quando os participantes da dança compõem a encenação, como convidados ou parte da família.

Atrás apenas do Carnaval, a Festa Junina é portanto a segunda maior festa em território brasileiro.

Além disso, a comida típica, da fogueira e da quadrilha, outro elemento indispensável da festa é o casamento caipira.

Ele acontece logo depois da quadrilha, e arranca boas risadas de todos os presentes. O casamento caipira é uma singela homenagem ao famoso santo casamenteiro, Santo Antônio.

A atração, completamente fictícia, retrata o clássico casamento da roça, evidenciando personagens como o noivo, a noiva, o padre e os pais dos noivos.

Dessa maneira, ao longo desse artigo vamos te mostrar um pouco mais sobre essa tradição.

espaço decorado para festa junina com mesas e cadeiras e em cima tem várias fitas de bandeirolas

Como fazer um casamento caipira?

Como fazer um casamento caipira de verdade? Nós separamos um passo a passo que pode te ajudar nesse momento:

1 – Personagens

Primeiramente, é necessário definir os personagens. Geralmente, a composição é feita pelo noivo, noiva, pai da noiva, delegado, padre e demais casais.

Dessa forma, é possível utilizar os pares da quadrilha para a representação.

Assim, os personagens principais são os noivos, o pai da noiva e o padre. Enfim, eles devem ser feitos por atores que estão dispostos a serem desinibidos, para deixar tudo o mais engraçado possível.

2 – Músicas

Para atrair a atenção do público, as músicas precisam ser engraçadas. É possível encontrar diferentes playlists na internet desenvolvidas especialmente para a festa junina.

Mesmo que você mesmo crie a playlist, lembre-se de incluir forró, baião e xote.

Além disso, inclua a marcha nupcial para o momento da entrada da noiva.

3 – Roteiro

Para montar o roteiro de casamento junino de quadrilha, solte a criatividade e explore diferentes ideais, priorizando sempre as opções engraçadas e descontraídas.

No roteiro clássico, a noiva fica grávida antes do casamento, e os pais obrigam o noivo a se casar com ela.

Desesperado, o noivo tenta fugir, mas é impedido pelo delegado e pelo pai da noiva, que o obrigam a casar. Tendo então um tradicional casamento na roça de festa junina.

Dá para seguir fielmente essa tradição, ou incluir alguns elementos diferentes nessa história tradicional, como por exemplo um novo personagem que possa impedir esse casamento de acontecer. Em resumo, seja criativo!

festa junina com a noiva e o pai da noiva

4 – Decoração

Por fim, é preciso pensar na decoração do casamento caipira.

Na maioria das vezes é usado os mesmos objetos da festa junina, que incluem bandeirolas coloridas, flores, balões, fogueira, palhas e barracas com comidas e bebidas típicas.

Como funciona o casamento caipira?

O casamento caipira é uma encenação simples, onde existe um narrador que conta a história do casal.

O roteiro, na maioria das vezes, mostra que o noivo está no altar por obrigação, ou por ter beijado ou engravidado a noiva.

Consequentemente, o pai da noiva fica nervoso e faz com que ele se case com a sua filha por ter faltado com respeito com ela.

Ademais, os nomes das personagens são inventados pelos redatores, que usam toda a sua criatividade para escrever uma história bem original e engraçada, com direito a muita confusão.

casal de atores vestindo roupas típicas de quadrilha representando o noivo e a noiva caipira
Inspiração de roupa para noivo e noiva da festa junina.

Por que tem casamento na festa junina?

O casamento caipira da festa junina existe para homenagear o Santo Antônio, o santo casamenteiro.

Dessa forma, ela funciona em forma de paródia, como uma apresentação engraçada com o objetivo de entreter o público.

casamento junino com os noivos dançando no centro

Qual foi a origem do casamento caipira?

A tradição do casamento caipira está relacionada às festas de São João europeias, que celebram os casamentos e as aspirações matrimoniais.

Clicar para ser atendido pela Altar Clicar para ser atendido pela Altar

Junto a isso, os casamentos na roça são sátiras aos casamentos tradicionais, pois eles devem ser engraçados e bem encenados.

Também chamado de casório matuto ou casamento na roça, o casamento caipira conta com um roteiro recheado de piadas e brincadeiras, ironizando as uniões do passado.

casamento caipira falso acontecendo com todos vestindo fantasias caipiras

Quais são as principais características das festas juninas?

Por fim, além do casamento caipira, quais são as outras principais características das festas juninas? A Altar Alianças te mostra:

1 – Roupas

As roupas tradicionais de festa junina são caipiras, normalmente coloridas e com estampa xadrez.

Enquanto as mulheres usam vestidos coloridos e tranças no cabelo, os homens usam camisa xadrez e chapéu de palha. Além disso, ambos usam maquiagem para imitar sardas e bigodes.

2 – Comida típica

O milho é a base da festa junina, sendo o principal ingrediente da maioria das receitas.

Dito isso, os principais pratos típicos de festa junina são:

  • pipoca, paçoca;
  • pé de moleque;
  • canjica;
  • cachorro-quente;
  • pamonha;
  • curau;
  • bolo de milho;
  • arroz-doce;
  • pinhão;
  • cuscuz;
  • tapioca.

Além disso, para fazer um casamento junino barato, escolha entre as opções mais disponíveis na sua região. Bem como, não precisa ter todos os itens acima.

Enquanto isso, as bebidas mais tradicionais são:

  • Vinho quente;
  • Quentão.
Clicar para chamar especialista Clicar para chamar especialista

3 – Danças

As danças nessa festa são recheadas de forró. Mas a quadrilha junina é a dança típica da festa.

Desse modo, tem origem nas danças de salão na França e consiste numa balada de casais.

casal dançando quadrilha

4 – Balões e fogueira na festa junina

Tradicionalmente, a soltura de balões indica o início das comemorações. Mas devido às restrições atuais, pode ser raro encontrar isso na festa hoje em dia.

Já a fogueira tem origem pagã, simbolizando a proteção contra os maus espíritos.

A tradição foi mantida pelos católicos, sendo que a quadrada é de Santo Antonio, a redonda de São João e a triangular de São Pedro.

pessoal com roupas de quadrilha em frente a fogueira

5 – Brincadeiras

Por fim, muitas brincadeiras completam a festa junina, sendo as principais:

  • cadeia;
  • pau de sebo;
  • pescaria;
  • correio-elegante;
  • saltar a fogueira;
  • argola, etc.
vários cartões com desenho de quadrilho com frases de correio elegante

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Amigos celebrando seu casamento, pode?

Fontes: Rio Quente e Toda Matéria. Imagens Pinterest, Etsy e Google.

Atendimento Personalizado

Deixe uma resposta