Empreender é ter a capacidade de identificar problemas e oportunidades em algum âmbito da sociedade. A partir disso, criar uma nova empresa ou produto. Sendo então, benéfico para sociedade. Se esse é seu sonho, continue lendo, pois você vai aprender a colocar seu plano em prática, entendendo como começar a empreender do zero.

Anotando algo sentada.
Todos têm uma capacidade imensa de criação. Às vezes, seu potencial criativo se demonstra ajudando o outro colocar algo em prática. Já outras vezes, é montando seu próprio negócio. (Reprodução/Pexels)

1- Decida em que empreender

Para começar, pense qual é sua área de interesse. Pois, existe uma infinidade, desde beleza, saúde, decoração, conhecimento, suporte financeiro, resolvendo problemas de outras empresas, etc.

Em seguida pense de forma realista, quais são as necessidades dos clientes e como você pode resolver elas da melhor maneira possível. Além disso, ver como entregar um serviço de qualidade e o que você vai ter que os concorrentes não.

2- Estude seu mercado

Se você já trabalhou no mercado em que vai empreender, é mais fácil, porque há um contato prévio com as demandas, os empecilhos, se é lucrativo ou não. Entretanto, se está tentando algo que desconhece, o estudo do mercado tem que ser bem aprofundado.

O que inclui, entender quem seriam seus potenciais clientes, concorrentes, quais são as novas tendências desse setor, se as pessoas realmente precisam desse serviço/produto, etc.

Notebook, caneca, vaso de planta em cima de uma mesa branca.
Com esse conhecimento, você entende o que precisa ser feito e reformulado.(Reprodução/Pexels)

3- Defina uma persona

Parte da pesquisa anterior, é entender quem irá comprar seus produtos. O que consomem normalmente, onde moram, quais redes sociais usam, que idade têm, de qual gênero são, estilo de vida, entre outros.

Todas essas informações serão úteis para criar seu “consumidor ideal”, o qual é chamado de “buyer persona”. Assim, você decide a linguagem a ser usada, a aparência dos produtos, das propagandas, baseando-se nessa persona.

4- Faça um planejamento financeiro

Abrir uma empresa demanda investimentos. Precisa de dinheiro o suficiente para tocar o negócio, mas também uma reserva por prevenção. Desse modo, planeje o quanto irá precisar ter, desde funcionários, aluguel, os materiais dos produtos, por quanto irá vender, impostos, etc.

Papel com valores e calculadora e caneta do lado.
Um contador pode facilitar esse processo para ti. (Reprodução/Pexels)

5- Formalize seu negócio

É possível começar uma empresa pequena sem se ter CNPJ, principalmente, quando se quer vender na internet e para conhecidos. Porém, com o tempo é bom pensar em formalizar o negócio, pois há diversas vantagens, como desfrutar dos benefícios do INSS, que tem um plano de aposentadoria. Bem como, evitar problemas fiscais futuros. Para os microempreendedores individuais, existe a formalização pelo MEI, ele é “exclusivo para pequenos negócios que possuam um faturamento de até R$81.000 no ano”, segundo o site do Santander.

6- Networking

O networking se refere a criar uma rede de contatos, em que ambos possam se beneficiar. O que vai desde conhecidos a trabalhadores e outros empresários. Para isso, é necessário conhecer novas pessoas que sejam da área comercial de seu interesse. Assim, frequente feiras, congressos, palestras e fique atenta a quem está ao seu redor no dia a dia, pois pode ser muito útil.

Colegas de trabalho conversando.
Facilita muito quando você precisar de ajuda, encontrar mais fornecedores, etc. (Reprodução/Pexels)

7- Encontre parceiros

O tópico anterior vai ajudar muito nesta parte de encontrar parceiros. Assim, faça uma rede de pessoas que podem ajudar nos seus projetos. Ademais, é uma boa forma de divulgar sua empresa, pois atinge os clientes da parceria.

8- Divulgue

Ao colocar a empresa no mercado, é necessário fazer o público te conhecer. Portanto, invista na divulgação dos seus produtos e serviços. Então, veja onde sua persona se encontra e promova sua marca lá. O básico é criar as redes sociais e site institucional. Mais do que isso, na internet também tem o e-mail marketing.

Outdoor com propaganda da Apple.
Se quer aprender como vender no Instagram, existe um artigo no blog específico sobre isso, clique aqui para ler. (Reprodução/Pexels)

Seguindo um planejamento bem feito, logo você terá a empresa dos seus sonhos na ativa. Daqui estou torcendo por ti. Me conta nos comentários o que achou e se sobrou alguma dúvida!

Deixe uma resposta