O planejamento financeiro do casamento é a parte que mais interfere no sucesso do evento. Por se tratar de um evento romântico, muitos se entorpecem e deixam a emoção tomar conta.

Todavia, isso prejudica bastante o processo do casamento. Um evento de grande porte, como são os casamentos, exige que tudo seja colocado na ponta do lápis.

Dessa forma, uma das melhores maneiras de estabelecer limites é realizar um bom planejamento financeiro do casamento.

Noivos se abraçando, ele beija a ponta do queixo dela
Vários itens precisam ser colocados no orçamento, desde os mais principais e que não podem faltar, até os triviais. (Reprodução/Pexels)

Estabelecer um bom diálogo

Uma das coisas que mais atrapalham um casal, é a falta de comunicação.

Portanto, antes de realizar um planejamento financeiro do casamento é preciso conversar a respeito do que se espera para o evento.

Por mais que os filmes ou novelas mostrem que o casamento é um evento para a noiva, isso não é verdade. Ambas as partes possuem desejos e sonhos para o tão esperado dia.

Comuniquem um ao outro o que se deseja no dia do casamento e comecem a debater as melhores opções.

Isso vai ajudar e muito a começar o planejamento financeiro do casamento.

Todos os outros passos precisarão estar de acordo com esse primeiro. Isso porque nenhuma decisão poderá ser tomada sem ambas as partes concordarem.

O planejamento financeiro do casamento começa com a escolha do local

Casar é um evento e elaborar o planejamento financeiro do casamento envolve várias questões. Uma das principais, e que devem entrar na lista de prioridades é a escolha do local.

Isso significa também que todas as questões que tiverem ligação com essa escolha precisarão esperar. Após escolher a data, procure pelo local desejado para a realização do evento.

Mexendo no notebook. Em cima da mesa também tem papéis e um celular.
O local pode ser uma chácara, fazenda, salão de festas, praia, etc. (Reprodução/Pexels)

Fornecimento do cardápio faz parte do planejamento financeiro do casamento

Uma parte do evento do casamento é a respeito do que será servido. Esse processo precisa estar bem explicado no planejamento financeiro do casamento.

A escolha de quem irá fornecer o cardápio vai depender da escolha do local também. Isso porquê, dependendo do local da festa, algumas coisas não poderão ser servidas.

Além disso, definir os limites do que será gasto é importante nessa hora. A empolgação do casamento, traz algumas questões que prejudicam como por exemplo o exagero.

Defina bem o que deseja oferecer aos convidados, para não afetar o planejamento financeiro do casamento.

Planejar bem significa não esquecer nada. Dessa forma, após colocar todos os desejos de ambas as partes do casal no papel, é preciso seguir isso à risca.

Além disso, é importante pesquisar bem todos os serviços que oferecem o fornecimento da comida. Identifique as melhores e mais baratas opções e coloque-as no planejamento financeiro do casamento.

Decoração

Outra parte que faz a diferença no casamento é a parte decorativa. No planejamento financeiro do casamento, tudo que faz parte do evento precisa ser incluído.

A decoração vai ser o carro-chefe do casamento. As flores, assentos e tudo mais precisam estar de acordo com a temática desejada.

Planejar isso, vai depender de alguns fatores. Um deles é óbvio: o desejo dos noivos.

Além disso, outro item que tem relação com a parte da decoração tem a ver com a equipe que irá executar o serviço.

Isto é, por mais que os noivos gostem de inovar e desejem realizar tudo, vai precisar de um bom cerimonialista para realizar tudo da melhor forma possível.

O profissional vai unir todas as ideias e decorar e manter todo o casamento em ordem. Todavia, isso custa dinheiro. Por conta disso, na hora de montar o planejamento financeiro do casamento isso também precisa ser incluído.

Mesa branca com pratos e buquê de flores
Falando nisso, confira nossa matéria sobre a melhor cor para usar na decoração do seu casamento, clique aqui. (Reprodução/Pexels)

Controle total dos gastos

Além disso, o planejamento financeiro do casamento é a parte que vai servir de base para as outras. Isso porque, assim como em empresas, os eventos precisam ser bem planejados.

Isso serve para várias questões, uma delas é o auxílio no controle geral dos gastos.

Por mais que o planejamento financeiro do casamento precise ser feito para evitar gastos desnecessários, alguns imprevistos ocorrem.

Por conta disso, a questão do preparo da equipe e até mesmo o psicológico dos noivos precisa estar em sintonia. Além disso, todos os possíveis gastos com o casamento precisam ser incluídos.

Deixar tudo no calendário

Outra dica, e essa é um pouco para tranquilizar os noivos. Os prazos de pagamento assustam muito.

O planejamento financeiro do casamento não serve apenas como um orçamento geral do evento. Uma parte dele tem a ver com as datas dos pagamentos.

O controle dos gastos precisa se ligar às datas. Isso porque, determinadas questões do evento precisam de urgência no pagamento.

Por conta disso, uma ótima maneira de automatizar o processo é agendando tudo. Os aplicativos das instituições financeiras permitem que pagamentos sejam agendados, isso facilita muito a vida. E ainda mais no casamento, quando a parte financeira é importante, mas não é o todo.

Mãos dadas. Na mão da mulher tem uma aliança.
Existem diversos itens que os noivos precisam pensar. Casar exige esforço e paciência, além disso até mesmo documentos precisam ser emitidos para manter tudo certo. (Reprodução/Pexels)

Gastos extras

Por último, e não menos importante, tem os gastos considerados extra. O primeiro a ser ressaltado é o gasto com a parte do casamento no Civil. Emitir a certidão de casamento tem um custo, e na hora de realizar o planejamento financeiro do casamento precisa ser incluído.

Além disso, outro gasto que não tem muita ligação com o casamento em si, mas que precisa ser incluído no planejamento é a lua de mel.

Um dos maiores sonhos dos casais que estão realizando o casamento, é viajarem juntos para curtir a lua de mel. Se esse item não estiver no planejamento financeiro do casamento, a lua de mel pode não ocorrer.

Portanto, para tudo sair de forma correta, e nada faltar, a principal maneira é pôr tudo na ponta do lápis. Além disso, definir tudo com base no diálogo do casal também é importante.

Um casamento bem sucedido começa com noivos conectados e que saibam economizar.

Entretanto, economizar não significa deixar de fazer algo.

Me conta nos comentários o que achou dessas dicas!

Comentários (2)

Deixe uma resposta