Se está em busca da recepção perfeita para seu casamento considere fazer um brunch. Primeiro, porque não é tão comum, o que vai tornar o momento ainda mais único para vocês e seus convidados. Além disso, é um modelo leve, descontraído e econômico. Aprenda o que compõe um e como organizar.

Mini tabua com comida.
Conhecer diferentes tipos de cerimônias e recepções de casamento é importante. Pois assim, você e seu parceiro podem escolher o que combina melhor com os estilos de vocês. (Reprodução/Pexels)

O que é um brunch?

Para começar, brunch é uma refeição servida entre o café da manhã e o almoço. Visto que a palavra vem da junção de breakfast (café da manhã) e lunch (almoço) em inglês. É uma situação comum na Europa e nos Estados Unidos para quem não  tomou café, mas não quer comer um almoço pesado. Ou seja, combina alimentos dos dois tipos de refeições. Assim, ele só serve para casamentos realizados durante o dia. Mais especificamente, das 10h às 14h.

Você deve estar se perguntando o que isso tem a ver com casamentos. Bom, em geral, depois da cerimônia de casamento, costuma ocorrer uma festa ou ida a um restaurante reservado. Em ambas situações, é necessário decidir que tipo de comida será servida. Para sair do tradicional, é quando entra o brunch.

Ademais, há certas vantagens em escolher o brunch. Como falado anteriormente, te ajuda a economizar, já que não precisa gastar com iluminação, nem tanto com bebidas alcoólicas. Além disso, a luz natural vai ficar ótima nas suas fotos. E o clima é bem tranquilo, combinando bem com uma banda/cantor ao vivo.

Outro ponto, é que se você escolher por esse modelo, lembre de deixar especificado no convite. Desse modo, os convidados saberão que podem ir com roupas mais despojadas, como o esporte fino.

Brindando taças de espumante.
Sobre a ordem em que deve ocorrer, isto é, se casa e depois tem o brunch, ou se tem o brunch primeiro para depois fazer a cerimônia de casamento, é da sua escolha. Inclusive, há casais que fazem em dias separados. (Reprodução/Pexels)

Como organizar?

Comida

Diferente dos banquetes tradicionais, em que há a entrada, o prato principal, etc., o brunch não tem etapas. É disponibilizada a comida em porções pequenas e os convidados comem na ordem que preferirem.

Lembrando que, aqui ocorrerá uma mistura de alimentos do café da manhã com o almoço. Então, para opções salgadas, pode ter frutas, tábua de frios, pães, mini sanduíches, patês, pães de queijo, quiches, crepes, ovos, panquecas, saladas. Assim como, frutos do mar, peixes, salgadinhos, tortas, risotos, entre outros.

Enquanto isso, para os doces, há a torta do casamento em si, mas também pode ser servido bolos (com ou sem cobertura), waffles, iogurtes, pudins, sorvetes e geleias.

Bebida

Como começa de manhã, é preciso ter opções como café, chá, leite, achocolatados, vitaminas, suco e água. Porém, se você quiser bebidas alcóolicas incluídas, pense nas mais leves, como mimosas, batidas e espumantes.

Ambiente Aberto

Em relação a decoração, vamos pensar primeiro ao ar livre, como em jardins, fazendas e praias. Não há muita diferença das sugestões de decoração que já demos aqui no blog. Você pode inovar como quiser e até mesmo decidir por uma temática. Mas, pelo brunch ter essa pegada descontraída, é melhor deixar os elementos mais minimalistas. Ademais, para deixar o pessoal mais próximo, aposte em mesas comunitárias.

Ambiente Fechado

Não é porque o casamento é de dia que precisa ser ao ar livre. Se você prefere ambientes fechados ou está programado para chover no dia, saiba que existem lindas opções também. A lógica ainda é a mesma, uma decoração mais simples/delicada e mesas comunitárias.

E você já tinha pensado em fazer um brunch na recepção do seu casamento? O que achou dessas dicas? Me conta tudo nos comentários!

Deixe uma resposta