Na atualidade, a internet faz parte da vida dos indivíduos. Por isso, se torna cada vez mais necessário trazer seu comércio para ela. Afinal, vendas on-line tem grande potencial por atingir um número maior de pessoas, já que não depende de um lugar fixo e está disponível o dia todo. Porém, fica a dúvida: por onde começar? Com este artigo, você vai entender onde vender seus produtos na internet.

Entregando sacola de compras
Esteja você começando seu negócio agora ou não, estas indicações vão te ajudar. (Reprodução/Pexels)

Onde vender na internet?

Shopify

É comum ter dificuldade em encontrar um lugar que combine com sua marca ou que tenha todos recursos que você precisa. Desse modo, ter um site próprio facilita muito. Primeiro, porque ele terá a identidade da sua marca, ou seja, você pode personalizar, bem como, colocar sua história, por um ícone do Whatsapp. Sendo mais fácil criar um relacionamento duradouro com o cliente. Além disso, será uma plataforma em que o consumidor verá todo seu catálogo (exclusivamente).

Um local conhecido e confiável para criar seu site é a Shopify, independente da área do seu comércio. Pois, é simples de mexer, além de ter tutoriais para te ajudar, apresentar estatísticas dos cliente, auxiliar no controlar do estoque e pedidos, e muito mais. Contudo, a desvantagem é ter que pagar mensalmente para usar (existem planos diferentes de assinatura)

Print da página inicial do site Shopify.
Se não quiser pagar mensalmente para ter um site, existem outras opções, como a versão grátis do WordPress, mas se optar pelo gratuito não pode ter seu próprio domínio (sabe quando o link de uma loja termina em “.com”?). (Reprodução/Shopify)

Elo7

A proposta do Elo7 é diferente. Essa plataforma é exclusiva para quem cria seus próprios produtos, isto é, não tem como revender nela. Exemplo do que pode ser vendido, segundo eles próprios, são “artesanato, trabalhos digitais, trabalhos autorais como CDs, livros e apostilas, doces artesanais, aluguel de produtos artesanais para festas e eventos, insumos e matérias primas para trabalhos artesanais e qualquer tipo de produto industrializado que tenha recebido personalização.”

Então, se você trabalha com design ou fabrica algo, como roupas, considere o Etsy. Dado que compensa por ser um site focado nisso, assim os consumidores entram já a procura de tal.

Amazon

Com certeza você já viu falar sobre a Amazon. Ela vende de tudo um pouco, sendo famosa por seu pioneirismo na venda livros on-line e agora uma plataforma de streaming de filmes e séries. No entanto, algo que você talvez não saiba é que pode vender produtos nela também. Eles recebem uma comissão dos produtos que você vender. A grande vantagem é justamente o sucesso da rede, tendo a oportunidade do seu produto estar entre os deles.

Print da página inicial do site da Amazon.
Outra rede famosa que teve a mesma ideia é a Americanas. O que também vale a pena conferir. (Reprodução/Amazon)

Shopee

Talvez você já tenha visto lojas menores colocarem o link da Shopee na bio do Instagram. Com essa plataforma há uma facilidade na hora de vender e os clientes adoram pelos cupons de fretes grátis. Ademais, está famosa no mundo todo, o que torna suas possibilidades de vendas maiores. Assim como a Amazon, eles cobram taxa de comissão.

Olx

Outra opção para quem está começando, é anunciar alguns produtos na OLX. Apesar de ser focada na venda de produtos usados, também há produtos novos. Havendo a vantagem de não cobrar para hospedar e poder negociar diretamente com o cliente.

Print da página inicial do site da OLX
Seguindo a mesma ideia de vender produtos novos e usados, também há o site Enjoei, sendo ele mais conhecido entre blogueiras/influencers. (Reprodução/Olx)

Por fim, ao escolher uma ou umas dessas plataformas para hospedar seus produtos, não se esqueça de divulgar nas redes sociais. Para saber como, clique aqui. Qualquer dúvida ou sugestão, deixe nos comentários e até breve.

Deixe uma resposta