A aliança que você sempre sonhou com a qualidade que você merece e com FRETE GRÁTIS.

Linguagem do amor: Atos de serviço

O escritor Gary D. Chapman estudou sobre as formas diversas que o ser humano comunica o amor.

Ele chegou a conclusão de que cada um de nós recebe e demonstra os sentimentos de uma maneira diferente.

As quais ele classificou em 5, sendo elas: palavras de afirmação, tempo de qualidade, atos de serviço, presentes e contato físico. O artigo de hoje, será sobre a linguagem do amor conhecida como atos de serviço.

  1. Palavras de afirmação
  2. Tempo de qualidade
  3. Atos de serviço
  4. Presentes
  5. Toque físico.
Mulher arrumando pães nas travessas. Ela tem cabelo curto, usa camiseta branca e jardineira laranja.
Quando se entende a linguagem do outro, fica mais fácil se comunicar. (Reprodução/Pexels)

O que são atos de serviço?

Conhece alguém que não fala muito dos sentimentos, não diz tanto “eu te amo”, mas faz tudo que pode pelo outro? Então, é o tipo de pessoa que demonstra seu amor por meio de ações, não palavras.

Ou seja, quando percebe que você precisa e/ou gosta de algo, fará para te agradar.

Como preparar uma comida para você, atender o telefone, passear com o cachorro, lavar a louça, consertar algo, te levar nos lugares, etc.

 
Garoto fazendo a maquiagem da namorada.
Para ter certeza qual a linguagem do amor dele e sua, façam um teste na internet, como o do site do IBC. (Reprodução/Pinterest)

Quero falar com a Altar

Como expressar seu amor para quem tem como linguagem do amor os atos de serviço?

Se seu parceiro se sente amado quando você faz atos de serviço, como os explicados no tópico anterior (ações ao invés de palavras), conheça maneiras de se entender melhor com ele e comunicar do modo certo.

Clicar para conhecer os modelos da Altar Clicar para conhecer os modelos da Altar

1- Tenha uma conversa sobre quais atos de serviço ele considera importante

Como várias coisas na vida o que constitui um ato de serviço é subjetivo.

O que significa que uma ação que é importante para uma pessoa, pode não ser para outra.

Por isso, é necessário ter uma conversa franca com ele, sobre coisas específicas que o faz sentir querido, desse modo, vocês podem adaptar de forma que nenhum se sinta incomodado.

Entretanto, não precisa ser exagerar.

Descubra quais são os serviços mais importantes e significativos para ele, para que você não precise se preocupar com todos os detalhes e se sentir consumida por isso.

Até porque o objetivo aqui, é ajudar o seu relacionamento. Para descobrir quais são essas coisas importantes, pergunte, por exemplo:

“Seria útil se eu fizesse… por você?”, “Precisa de ajuda?”.

Diálogo deveria ser a base de qualquer relacionamento. (Reprodução/Pexels)

2- Preste atenção

Muitas coisas que o outro precisa, acabamos por não perceber.

Seja pela correria diária ou porque não se comenta sobre.

Dessa forma, esteja mais presente mentalmente.

Clicar para conhecer os modelos da Altar Clicar para conhecer os modelos da Altar

Existem alguns assuntos que ele reclama muito? Como você pode ajudar? Às vezes tudo que ele precisa é de apoio.

Por exemplo, está cansado e queria viajar, mas o dinheiro está apertado.

Você pode fazer uma surpresa de viajar apenas no final de semana para uma cidade vizinha ou até mesmo na sua própria cidade.

Atualmente, é muito fácil encontrar casas para alugar no Airbnb.

Outro exemplo, se ele está com problema em algo que você é boa, ofereça a sua ajuda.

  •  
Quando a gente mostra que está prestando atenção e que se preocupa, isso faz a pessoa se sentir amada. Independente da linguagem do amor dela. (Reprodução/Pexels)
 

3- Cumpra o que prometer

Por último, como quem tem essa linguagem do amor considera ações como algo muito essencial, se você prometer que fara algo por ou com ele e não fizer, ele vai se sentir como se você não se importasse e ficará desapontado.

Ademais, ele quer sentir que pode contar com você.

Assim, só prometa o que você sabe que terá disponibilidade de cumprir.

 
Nessa parceria, vocês dois tem que se sentir contemplados. (Reprodução/Pexels)

Existe algum problema nos atos de serviço?

Você provavelmente percebeu que atos de serviço envolvem fazer várias coisas pelo outro.

Quando entramos nas questões de tarefas domésticas, como cozinhar e limpar, sabemos que são questões normalmente associadas as que “mulheres deveriam fazer”, segundo as concepções ultrapassadas da sociedade.

O que pode fazer você se sentir incomodada, como se fosse uma desculpa para ele não fazer as atividades domésticas.

Nesse caso, entre o primeiro tópico que envolve ter um diálogo honesto.

Afinal, não existem tarefas que são naturais para um gênero ou outro. Assim, se você não gosta de cozinhar ou não sabe e ele sim, é algo que ele continua fazendo.

E quando puder, você compra uma comida que ele gosta, para mostrar que se lembrou ou saiam para jantar.

Outro exemplo, em relação a parte de limpar a casa, vocês podem combinar de fazer juntos ou alguns dias você faz e nos outros ele faz.

Basicamente, não se sinta envergonhada de dizer não para algo que não se sente a vontade.

Precisa ser algo positivo para os dois!

Até porque gestos românticos devem sempre vir de um lugar de amor, não de culpa ou ressentimento. Lembre-se que “serviço” não quer dizer servidão.

Estar em um relacionamento com um parceiro que fala essa linguagem não significa que você precisa fazer todas as coisas.

Quero ajuda para escolher minhas alianças

Mas sim, demonstrar um apoio igual para manter a relação saudável. 

Quando se diz que na linguagem do amor você pode fazer determinadas coisas pelo seu parceiro, não significa que precisa ser a todos os momentos.

Pois, em geral são gestos pequenos que contam, que mostra que você se lembra e se importa.

Borrifador, luvas e uma planta em cima de uma prateleira de madeira.
Entender as linguagens do amor é uma maneira de melhorar o relacionamento, não de fazer você se sentir mais estressada. Então, lembre-se de estabelecer os limites do que você pode/quer/consegue fazer. O mesmo vale para ele sobre a sua linguagem. (Reprodução/Pexels)

Esse esforço que você teve de estar aqui, lendo esta matéria, e tentando aprender mais sobre amor, já mostra que seja qual for a linguagem do seu parceiro, ele é um cara de sorte.

Pois, esse é o primeiro passo, tentar entender e se esforçar. Mas, é claro tem que ser reciproco, ele tem que tentar também.

E se ficou alguma dúvida ou tem alguma opinião sobre o texto, me deixe saber nos comentários.

Assista abaixo um resumo desse artigo:

Deixe uma resposta

Ir para o topo