Vender seus produtos ou serviços na internet requere estratégias diferentes de uma venda presencial. Primeiramente, é necessário pensar como as pessoas vão conhecer seu site. Pois, ao contrário de uma loja em que as pessoas estão sempre passando em frente, um site ou uma rede social precisa ganhar um certo reconhecimento.  Se quer entender mais sobre esse assunto, continue lendo, e aprenda sobre tráfego on-line. Mais especificamente, sobre o tráfego social e o de referência.

Mulher pensativa na frente do computador.
Quando alguém conhece seu produto e cria um interesse por ele, essa pessoa é chamada de lead. Com aumento do tráfego você consegue mais leads. (Reprodução/Pexels)

Continuando o raciocínio, vamos pensar como você conhece o site ou as redes sociais de outras lojas. Em síntese, é através de anúncios, indicação de outras pessoas (amigos, famosos e até mesmo outros sites) ou procurando nas redes sociais ou no Google pelo que quer. Desse modo, ao pensar em promover seu conteúdo precisa fazer chegar dessas maneiras nas pessoas também.

Essa movimentação na internet, em sites, vídeos, redes sociais é chamada de tráfego on-line. Ou seja, entender sobre tráfego e utilizar ele a seu favor é fazer as pessoas chegarem no seu site. Possibilitando maior reconhecimento e, então, o aumento de vendas.

Existem tipos diferentes de tráfego, os mais conhecidos são o pago e o orgânico (não-pago). Já há uma postagem aqui no blog explicando o que é cada um, para ler clique aqui. Depois, tem o social e o de referência, que é o assunto de hoje. Por fim, o direto e o e-mail marketing, que ficam para outro dia.

Duas mulheres sentadas em uma escada olhando o celular.
O objetivo de falar aos poucos é poder aprofundar melhor em cada um. (Reprodução/Pexels)

O que é tráfego social?

Não tem como negar o poder que as redes sociais têm. Inicialmente, elas tinham o propósito de conectar as pessoas, as quais postavam sobre seu dia-a-dia. Era mais pessoal. Contudo, cada vez mais se tornam comercial. Por isso, se transforma em uma ferramenta indispensável para promover seu negócio. É sobre isso que se trata o tráfego social, a movimentação gerada nas redes sociais.

Como utilizar?

Para começar, defina em quais as redes sociais você irá produzir conteúdo. Visto que existem diversas possibilidades. Para tanto, você precisa descobrir onde sua persona (cliente ideal) se encontra. Por exemplo, de forma generalizada, no Pinterest tem um grande público feminino, no Twitter uma grande parte dos usuários são mais jovens.

Em seguida, é preciso que você crie um relacionamento com seu público. Sendo assim, publicando constantemente, interagindo, modificando o conteúdo de acordo com a necessidade deles, etc. A partir disso, colocar links que levem para o seu site e a compra de seu produto.

Casal rindo olhando o celular.
Pode inserir o link na bio, nos stories e nas publicações do feed, quando o produto estiver na imagem. (Reprodução/Pexels)

O que é tráfego de referência?

Outro modo muito usual de se conhecer uma marca, é quando alguém indica. Quando se está a procura de algum produto ou serviço, é comum pedir opinião de terceiro sobre onde encontrar. Assim, pode ser um site falando, um influencer, um conhecido. Basicamente, para comprar algo, as pessoas tendem ir atrás de referências para saber se é confiável. Dessa forma, quem indica precisa ser de confiança.

Portanto, o trafego de referência é quando o usuário chega no seu site pela indicação de outro. Vindo através de um link que o redirecionou para sua página.

Mulher mexendo no notebook com o café do lado.
Mais do que isso, o tráfego de referências é importante porque faz o Google entender que seu conteúdo é relevante e te faz aparecer mais nas buscas. (Reprodução/Pexels)

Como utilizar?

Em relação aos sites, eles incluem blog e canais do Youtube que te indicam ou citam. Haverá vezes que isso será de modo espontâneo, isto é, te indicou porque conhece seu trabalho e quis falar sobre. Mas, no começo é necessário ir atrás para que citem seu site. Para tal, você pode fazer parcerias, em que você cita a pessoa e ela te cita de volta. Bem como, guest posting, que é quando você faz uma publicação no blog de outra pessoa.

Enquanto isso, as estratégias com influencers são mais conhecidas. É quando se faz parceria com algum, enviando o seu produto de graça ou até mesmo pagando para que fale bem da sua marca.

Ademais, é essencial pontuar que quando digo “citar”, é um realmente um link em que a pessoa pode clicar. No caso, chama-se isso de “backlinks“. Os quais são muito importantes para trazer novos usuários para seu site. Assim como, fazer o Google reconhecer que seu conteúdo é bom e te mostrar mais nas pesquisas, como dito anteriormente.

Mulher andando sozinha na rua mexendo no celular.
Ambas as estratégias de tráfego são importantes. Precisam ser usadas em conjunto. (Reprodução/Pexels)

Como sempre é dito aqui no blog, aprenda esses recursos aos poucos e vai colocando em prática. Se ficou com alguma dúvida, me conta nos comentários!

Deixe uma resposta