Se casar é um momento muito especial na vida de qualquer um, o qual fica gravado na memória. Assim, a maioria gosta de fazer a oficialização do casamento junto com a família e os amigos. Contudo, não é porque algo é tradição, que é obrigatório. Ou seja, tem como se casar de modo reservado, só você e seu parceiro, caso prefiram passar esse momento a sós. Se você gostou da ideia e quer saber um pouco mais sobre esse estilo de casamento, conhecido como elopement wedding, continue lendo.

Noivos no meio da floresta de mãos dadas. Ela usa vestido de casamento branco simples de costas aberta. Ele usa camisa branca e calça bege.
Um modelo mais intimista pode ser o que combina com você. (Reprodução/Pexels)

O que é elopement wedding?

Antigamente, quando algumas pessoas não tinham consentimento dos pais para se casar, elas fugiam e casavam em segredo. E foi assim que surgiu o conceito de “elopement wedding”, dado que, “elope” vem do inglês “fugir”.

No entanto, nos dias atuais é apenas a vontade de ter um casamento a dois. As motivações disso podem ser várias, como: não querer que um momento tão especial tenha uma “plateia”, por querer economizar, para evitar aglomerações na pandemia, etc.

Assim, os casais que optam pelo elopement, costumam viajar para outro estado ou país e fazer uma cerimônia só os dois e o celebrante. Ademais, costumam contratar um fotográfo para registrar toda essa experiência única na vida e guardar de recordação. Bem como, poder mostrar as fotos para os conhecidos quando voltarem.

Noivos em pé de costa em um cais. Ele usa camisa branca, calça social cinza e sapato preto. Já ela, usa vestido branco rendado, salto plataforma e headband no cabelo solto.
A definição de elopement wedding não é tão restrita. Pois, como o casal tem toda liberdade para escolher como será o casamento, alguns convidam os pais, os irmãos e/ou melhores amigos. (Reprodução/Pexels)

Como organizar um?

1- Escolha onde será o casamento

Para começar, é preciso escolher onde será o casamento. Não existe uma regra. Pode ser na sua própria cidade mesmo. Mas também, você pode seguir o termo “fugir” e ir fazer a cerimônia em outro estado ou país.

Como não tem os gastos usuais, com convidados e buffet, fica mais fácil de investir na viagem. Dessa forma, pensem em lugares que sempre quiseram visitar ou que significa algo muito importante para os dois. Seja um campo, uma praia, uma fazenda, um chalé, uma pousada, um rooftop, uma montanha, uma floresta, ou qualquer outro lugar que combine com vocês.

Outro ponto, é que pode ser o mesmo lugar que passarão a lua de mel. Para ver umas ideias de onde passar a lua de mel aqui no Brasil, clique aqui.

2- Defina quem vai celebrar o casamento

Após escolher o local, é necessário pensar na parte legal. Vocês querem que seja celebrado por um padre, pastor, juiz…? Porque, nesse caso, precisam checar o que é preciso para que o casamento seja legalizado, principalmente se for em outro país.

Ou não querem ninguém celebrando? Pois, é possível que fiquem só os dois fazendo as trocas de votos e antes (ou depois) casem no civil.

3- Decida as tradições importantes

Pode não ser uma cerimônia tradicional, mas isso não significa que você vai deixar de fazer as tradições que sempre sonhou. Sendo assim, converse com seu noivo quais elementos são essenciais numa cerimônia ideal para os dois. Por exemplo, se você sempre quis entrar com seu pai (ou mãe), faça isso.

Outra parte importante que você pode incorporar, é contratar uma banda ou DJ para ter a primeira dança do casal em grande estilo. Além do brinde de champagne.

4- Alugue um lugar para ficar

Se você vai viajar para realizar o casamento, seja esse lugar o da lua de mel ou não, é essencial pensar onde vão dormir. Então, procure hóteis, pousadas e lugares no Airbnb, para ver qual se encaixa melhor com seu gosto pessoal.

5- Escolha onde vai comer

Além disso, levando em consideração que não haverá um buffet, pesquisem antes de viajar restaurantes perto do local da celebração. A vantagem aqui, é que, não precisam escolher algo tentando prever o que os outros vão gostar, posto que, só os dois vão comer (ou no máximo os dois e os convidados mais próximos que escolheram).

Por fim, preciso te contar que depois do elopement wedding, vocês podem só mostrar como foi para os parentes e amigos, através das fotos, ou escolher fazer uma festa com todos eles. Independente do que vocês escolherem, sei que será incrível. Só não esquece de me contar aqui nos comentários o que achou e se pretende fazer um casamento intimista assim!

Deixe uma resposta