Ao planejar o casamento, é fácil perceber que o mês de maio é disputado, visto que muitas querem casar nesse período, por ser o “mês das noivas”. Se você pretende casar em maio, é preciso deixar organizado antecipadamente com o local da cerimônia e os profissionais que irão trabalhar lá. Isso nos leva a questionar qual a importância de maio e como ele se relaciona com o casamento. Então, continue lendo para aprender essa curiosidade.

Noiva correndo
Nem todos países seguem essa data para mês das noivas, mas é algo reconhecido no Brasil. (Reprodução/Pexels)

Antes de tudo, é importante pontuar que são teorias diferentes de como o mês de maio se popularizou como o das noivas. Pode ter sido só um desses ou a combinação deles.

A primavera no hemisfério norte

Antigamente, a relação dos humanos com a natureza era próxima, e era comum celebrar as passagens de estações do ano. Principalmente, ao considerar o hemisfério norte que tem cada estação bem definida.

Então, quando chegava em maio (20/05), dando inicio a primavera lá, ficava lindamente florido, o que não acontecia no resto do ano. Criando um lindo ambiente para os casamentos. Bem como, uma boa temperatura, já que não é nem tão quente, nem tão frio.

Seguindo essa lógica da primavera ser um bom tempo para casar, vale lembrar que aqui no Brasil é comum ter vários casamentos em setembros. Dado que é nesse mês que a primavera se inicia aqui.

Noivos se beijando em frente a mesas de buquês.
Se você for se casar em maio (ou setembro) pode aproveitar a temática original para fazer uma decoração bem florida para seu casamento. (Reprodução/Pexels)

Costumes na Idade Média

Outra hipótese, está relacionada aos costumes da Idade Média. Pois, nos países nórdicos não era possível tomar banho frequentemente, afinal o inverno era rigoroso e diferente dos dias atuais, não havia aquecimento. Assim, eles esperavam os meses de verão e primavera para tomar banho.

Em maio, tomavam os primeiros banhos do ano. Conscientes disso, aproveitam para marcar o casamento nessas datas. Desse modo, estariam em melhores condições de causar boas impressões no casório (lembrando que em casamentos arranjados, provavelmente ainda estariam se conhecendo). Além disso, as flores e os buquês eram de grande ajuda para disfarçar ainda mais o odor.

Influência católica

Mais uma possibilidade é a religiosa. Posto que, maio é para os católicos o aniversário de Maria, mãe de Jesus, inclusive, sendo considerado o mês das mães (no segundo domingo de maio).

Assim, o mês tem uma forte relação a maternidade, feminilidade e pureza, o que era muito relacionado antes ao papel que uma mulher deveria cumprir/ser. Então, para a época, casar nesse mês traria sorte para as noivas.

Noiva parada na varanda de uma igreja branca
Para o momento histórico e religioso, a maternidade era essencial para mulher. Felizmente, os pensamentos mudaram, mas ainda assim temos essa herança cultural. (Reprodução/Pexels)

E no Brasil?

Essa tradição chegou por causa das influências europeias (vindo da colonização, dado que em Portugal maio também é mês das noivas). Porém, se adaptou bem as nossas condições, porque maio é um período de poucas chuvas. Sendo ideal para casamentos.

Em geral, não é o mês com maior número de casamentos no Brasil, mas está entre os concorridos. Por causa das férias e do 13º salário, a maior quantidade de casamentos é realizado entre dezembro e janeiro, .

Me conta nos comentários o que achou dessas curiosidades sobre o mês das noivas e em qual mês você pretende se casar. E noivinha, cheque o catálogo da Altar para conferir anel de noivado e alianças de casamento!

Para ler um resumo deste post, cheque abaixo:

Deixe uma resposta