Quanto mais conhecimento adquirimos, melhor decisões conseguimos tomar. Afinal, é possível se embasar em algo concreto. Tal ideia, é aplicada na hora de tomar grandes e pequenas decisões. Por exemplo, decidir o que comprar. O mesmo vale se você for a vendedora, pois tem que conhecer tudo sobre seu produto para tirar as dúvidas dos clientes e os convencerem a comprar. Isso não seria diferente no universo dos acessórios. Então, para iniciar seu aprendizado, veja abaixo qual é a diferença entre joia, semijoia e bijuteria.

Anel de ouro com pedra de esmeralda.
Cada um tem um preço, qualidade e finalidade diferenciada. (Reprodução/Unsplash)

O que são joias?

As joias são os acessórios produzidos com metais nobres, como o ouro, a prata e o paládio. Dessa forma, têm longa durabilidade, exclusividade e preço mais elevado. Por esse motivo, se compra joias com o objetivo de usar ou guardar pela vida toda e até mesmo passar de geração para geração. O uso mais conhecido é em alianças, visto que se usa todos os dias e portanto precisa ser de um material resistente para não estragar.

Quando se adiciona pedras nas joias, se faz atráves da cravação, o que faz com que fique realmente fixada. Podendo ser com pedras preciosas ou semipreciosas. Exemplo disso, aqui na Altar, se usa a pedra de zircônia, a qual tem um artigo explicando sobre, se quiser ler, clique aqui.

Aliança de ouro com pedra em cima de uma folha cheia de neve.
As joias trazem status e são de uma beleza particular. (Reprodução/Pexels)

O que são semijoias?

Enquanto isso, há as semijoias. As quais possuem um preço mais acessível, qualidade e ainda trazem uma certa sofisticação. Sendo um meio termo entre as joias e as bijuterias. Elas podem ser feitas com bronze, latão ou estanho e depois banhadas por um metal nobre, como ouro ou prata.

Por isso, caso depois de anos ela perca um pouco a cor, é só encontrar uma joalheria que possa dar um banho do metal novamente. Para que ela dure mais, tenha cuidado com ela, não deixando ter contato com água, nem com o suor. Além de limpar com sabão neutro. Outro ponto, é que se tiver pedras nas semijoias, elas são as semipreciosas e também são cravadas.

Par de brincos redondos em cima de folhas verdes.
Não é fácil diferenciar no dia-a-dia uma joia de uma semijoia. (Reprodução/Pexels)

O que são bijuterias?

No momento de um montar um look, os acessórios são muito importantes. Pois, eles complementam o visual, ajudando a criar uma aparência mais informal ou mais refinada, dependendo do que se pretende. Desse modo, quando alguma novidade chega ou algo vira tendência, a vontade de comprar aumenta. É aí que entram as bijuterias. Elas têm uma durabilidade menor, mas são muito mais baratas do que as anteriores. Servindo para adquirir quando se quer ter muitas opções, quer diversificar. Já que, pelo preço, fica mais fácil comprar em grandes quantidades.

As bijuterias são feitas com materiais não nobres, como latão, zinco e alumínio, os quais podem ser misturados a outras ligas. Em geral, elas não são banhadas com metais nobres e quando são, não é em grande quantidade. O que normalmente acontece é que pintam as “bijus” de dourado ou prata. Portanto, necessitam de maiores cuidados para não oxidarem rápido. Outra curiosidade, é que diferente das joias e das semijoias, as pedras nas bijuterias são coladas.

Brinco colorido preto, verde e azul. O cabelo dela é castanho claro.
Se você pensou “Por que algumas bijuterias dão alergia?”, bom, é porque algumas são produzidas com um metal chamado níquel. Então, certifique-se que não está comprando (ou vendendo) uma biju que tem níquel na composição. (Reprodução/Pexels)

Me conta nos comentários se você já sabia qual a diferença entre joia semijoia e bijuteria. Se não, o que achou dessa curiosidade? Ficou com alguma dúvida?

Comentários (2)

Deixe uma resposta