As alianças são um símbolo muito importante para o casal.

Elas representam o compromisso, a promessa de eternidade e fidelidade.

Por isso, na hora de escolher a sua, ela precisa ser de um local confiável para vir em perfeito estado e que cumpra o que promete. Desse modo, é preciso se informar antes de comprar.

Exemplo disso, é muito comum ouvir os joalheiros falando dos “quilates”… ou seria “kilates”?

Para entender qual é então essa diferença entre quilates e kilates, basta continuar lendo nosso artigo…

Inclusive, já havíamos falado sobre o que é o tão falado ouro 18K, e se quiser saber tudo sobre isso também, clique aqui!

Almofadinha branca com laço e par de alianças em cima.
Ouro 18K sempre é e sempre será muito elegante (Reprodução/Pexels)

Clicar para chamar especialista Clicar para chamar especialista

Diferença entre quilates e kilates:

Primeiramente, vamos entender a origem de ambos. Tudo começou na Grécia Antiga, quando queriam pesar as joias.

No entanto, eles não tinham instrumentos iguais aos atuais em que se vê as gramas. Então, eles usavam o método de comparação.

O rei tinha ordenado que fizessem uma moeda de ouro que equivalesse ao peso de 24 sementes da árvore “alfarrobeira”, a qual chamavam de quirátion (que significa “pequeno corno”, por causa de seu formato).

Essa noção de 24 ainda é usada atualmente, logo te explico.

O que são os Quilates com “Qu”

Quando nos referimos aos quilates, estamos falando do peso em gramas das pedras preciosas. Levando em consideração que 1 quilate são 200 mg, vamos supor que você encontra um diamante de 4 quilates! Isso significa que esse diamante pesa 800 mg.

Outro ponto, é que o símbolo que se usa para falar de quilates é ct, pois vem do inglês carat. Desse modo, você verá o termo “diamante 5 ct”, por exemplo, se busca um diamante de 5 quilates.

Além de diamantes, também se usa o ct para medir pedras lapidadas e pérolas.

Mulher ourives trabalhando com alianças, ela está olhando dentro de uma lente enquanto fabrica. Ela usa camisa branca e avental preto.
1 quilate (ct) pesa 200 mg, ou 0,2g. (Reprodução/Pexels)

Quero escolher minha aliança

O que são os Kilates com “K”

Enquanto isso, o kilates é a medida de pureza do ouro. Diferente do anterior, esse é medido em porcentagem. É aqui que entra a lógica dos 24 que eu te falei antes.

Bom, quando um ouro é puro diz que ele tem 24 partes de ouro. Ou seja, 24 partes é igual 100% de ouro.

Contudo, na hora de se fabricar joias, seja um anel, um colar, entre outros, não tem como usar o ouro puro. Pois, ele é muito maleável, só serve para deixar guardado.

Assim, aqui no Brasil, o mais comum é utilizar ouro 18K para produzir. Ele tem 75% de ouro puro, mais 25% de outras ligas metálicas  (como: cobre, prata, paládio, etc.).

Existem outros kilates conhecidos no mercado, como o de 16K, 14K e 12K.

Veja na lista abaixo, a porcentagem de ouro e sua representação em quilates:

  • Ouro 24 kilates (Ouro 24K)

    • Ouro Puro – Geralmente em um teor real de 99,99% de ouro.
  • Ouro 22 kilates (Ouro 22K)

    • 91,6% de ouro e 8,4% de uma liga metálica.
  • Ouro 20 kilates (Ouro 20K)

    • 83,3% de ouro e 16,7% de uma liga metálica.
  • Ouro 19.2 kilates (Ouro 19,2K)

    • 80,0% de ouro e 19,8% de uma liga metálica.
  • Ouro 18 kilates (Ouro 18K)

    • 75% de ouro e 25% de uma liga metálica.
  • Ouro 16 kilates (Ouro 16K)

    • 66,6% de ouro e 33,4% de uma liga metálica.
  • Ouro 14 kilates (Ouro 14K)

    • 58,3% de ouro e 41,7% de uma liga metálica.
  • Ouro 12 kilates (Ouro 12K)

    • 50% de ouro e 50% de uma liga metálica.
  • Ouro 10 kilates (Ouro 10K)

    • 41,6% de ouro e 58,4% de uma liga metálica.
  • Ouro 1 kilate (Ouro 1K)

    • 4,6% de ouro e 95,4% de uma liga metálica.

Além disso, algumas lojas utilizam metodologia diferente, como por exemplo, ouro 916, 750 que corresponde a porcentagem por extenso do ouro.

Por exemplo um ouro 18k é a mesma coisas que ouro 750.

Por isso certifique-se sempre antes de comprar ouro, o de 18k é um dos mais utilizados, pois em sua liga o torna um material forte e resistente.

Quando o material é feito com mais kilates, pode se tornar mais maleável e deformar com mais facilidade.

Os que possuem menor que 18k tem baixo valor e pode oxidar com facilidade, ou seja, se a peça atinge uma coloração avermelhada, indica que há pouco ouro puro e mais cobre na composição.

É um material que possui um brilho bem característico, mesmo se for amassado ou quebrado, é muito simples de fazer a manutenção.

Logo para saber a quantidade de pureza da sua jóia, basta acessar nosso artigo que te ensina várias maneiras de fazer esse teste, clicando aqui.

E sempre se que quiser algo de qualidade, certifique-se sempre de estar comprando joias com ouro com o teor de 18K.

E o que são as ligas metálicas

Além da pureza do ouro, que depende da quantidade de ouro que irá compor a a preparação desses metais, que é chamada de liga metálica, a escolha dos outros metais impactará na cor final dessa liga. Em qualquer uma delas, o ouro continuará sendo 18k, desde que ele represente 75% do produto final.

 

Exemplos de cores de ouro em alianças 3D realizadas
Quatro cores de ouro

Abaixo temos exemplos dos metais que podem compor essa liga, e a cor resultante.

  • Ouro Amarelo – Ouro +2/3 de prata + 1/3 de cobre.
  • Ouro Rosa – Ouro + 1/3 de prata + 2/3 de cobre.
  • Ouro Azul – Ouro + Prata + Zinco
  • Ouro Negro – Ouro + Prata + Ferro (ou aço)
  • Ouro Vermelho – Ouro + Cobre
  • Ouro Branco – Ouro + Paládio
  • Ouro Verde – Ouro + Prata.

Clicar para conhecer os modelos da Altar Clicar para conhecer os modelos da Altar

Como já mostrado, o ouro mais comum, que é o amarelo, é formado por 75% de ouro mais uma mistura de prata e cobre. Se tiver mais prata que cobre, por exemplo, ele ficará um pouco mais esverdeado.

Da mesma forma, se tiver mais cobre que prata, ele começará a ir a fica mais avermelhado, indo para um tom cada vez mais rosé.

E para chegar no ouro branco, tem que ir colocando metais brancos, sendo que o mais utilizado é o paládio.

E é muito importante dizer que no caso do ouro branco, o resultado vai ser na verdade um ouro meio acizentado, e para que a peça fique realmente bonita nesse caso, é necessário dar um banho de um outro metal, que é o ródio, e que dá aquele tom de ouro branco que todos já estão acostumados

Até daria para usar a platina para essa tonalidade de ouro mais clara, porém a platina é um metal muito duro, e torna o processo de produção das jóias muito mais complexo.

E o ouro negro? Como você já deve ter percebido, temos que escolher um metal muito escuro para compor a liga e conseguir chegar nessa tonalidade. Para a liga continuar sendo nobre, é utilizado o ródio negro para esse fim.

E para as outras cores que listamos basta utilizar aqueles metais para conseguir a liga na cor desejada.

Lembrando que para todas as cores, só poderemos considerar Ouro 18 kilates (18K) se o ouro representar 75% da composição da liga.

Caixinha de ouro com duas alianças dentro. Está em cima de uma mesa de ouro com vários desenhos e em cima da caxinha tem uma tiara douada com detalhes brancos.
Está tudo bem falar “quilates” nas duas situações, pois assim se popularizou. Mas, lembre da diferença que para diamante é “ct”e para ouro é “K”. (Reprodução/Pexels)

Agora que você entendeu qual a diferença entre o quilates e o kilates, saiba que aqui na Altar todas nossas alianças de ouro são de 18K.

Além disso, são em preços variados para você escolher de acordo com suas condições. Tenho certeza que vai se apaixonar.

Ah, não se esqueça de deixar um comentário aqui falando o que achou e se já sabia dessa diferença!

Clicar para ser atendido pela Altar Clicar para ser atendido pela Altar

Confira o resumo deste artigo:

Deixe uma resposta