Você já pensou em chamar seus amigos para celebrar seu casamento?

Apesar do casamento tradicional ainda ser a primeira opção de muitos casais apaixonados, existe uma vertente que busca uma cerimônia mais intimista. Sendo realizada apenas com seus familiares e amigos próximos.

Essa nova forma de realizar casamentos costuma fugir do tradicional, como por exemplo, a cerimônia feita dentro da igreja.

Casais abertos ao novo, preferem que a concretização do seu amor aconteça em espaços abertos, como praias, espaços privados ou sítios

Mas o destaque vai para quem conduz essas cerimônias: os amigos.

E aqui não estamos falando apenas de um amigo íntimo do casal, mas sim qualquer pessoa que tenha muita proximidade com eles, podendo ser também um irmão, primo ou parente próximo.

Mas um casamento realizado por amigos realmente é válido? A Altar Alianças te responde!

casamento na praia sendo celebrada, com todos em pé;

O amor é maior do que qualquer formalidade

Uma cerimônia de casamento realizada por amigos é intimista, chamada de Mini-wedding.

Essas pessoas próximas são responsáveis pelas palavras de amor e sabedoria ditas ao casal, tudo combinado com antecedência junto ao casal de noivos.

Para casais que ainda estão em dúvida se concretizam esse tipo de cerimônia, precisam ter em mente que um padre ou juiz de paz não necessariamente trazem toda a sensação de intimidade que algum amigo pode trazer.

Um amigo é capaz de transpassar em palavras todas as sensações e histórias que o casal de noivos viveu em sua trajetória juntas.

Apesar de muitos ainda preferirem que quem celebre o casamento seja um padre ou juiz de paz, isso não é uma regra, ou obrigação.

Os casais podem, sim, optar pelos amigos que conduzem sua “festa” do amor.

noivos de mãos dadas no altar

Dicas do que falar se você for o celebrante amigo

Em um casamento realizado por amigos, existe a ausência de formalidades.

Para que isso funcione perfeitamente, podem ser feitas combinações diretas com a pessoa especial que se escolheu para um casamento leve e significativo.

Isso permite que eles escolham seguir uma cerimônia mais personalizada e única, da forma como pensaram, ou mesmo uma cerimônia tradicional, seguindo os passos de um casamento religioso, mas sem registro da Igreja ou do Estado.

Se a cerimônia seguir o rumo da primeira opção, você pode pensar em alguns momentos importantes da jornada para compartilhar no grande dia. Isso irá reforçar a história dos amados.

Mas esses fatos não precisam ser só momentos extremamente românticos ou sérios, aliás, a vida real não é um filme de romance. Para deixar mais leve, pode-se incrementar fatos engraçados.

Mas lembre-se: isso precisa ser combinado entre o amigo e o casal antes da cerimônia. Deve pensar o discurso com meses de antecedência.

noivos no altar enquanto o casamento é celebrado, de fundo tem os padrinhos prestando atenção

Mesmo assim ainda precisa do juiz de paz ou do casamento civil?

Para que a cerimônia tenha efeito civil ou religioso, é preciso ter um juiz de paz ou membro do clero autorizado presente para realizar a cerimônia.

Ou seja, para valer frente a Igreja e o Estado, é indispensável a presença de alguma autoridade de alguma dessas instituições.

Mas para aqueles que não abrem mão de ter algum amigo realizando o casamento, pode optar por realizar a cerimônia sem a presença da Igreja e do Estado.

noivos passando no meio enquanto jogam pétalas brancas em cima deles.

Para deixar tudo legalizado, pode fazer um casamento civil anteriormente, só por uma questão burocrática.

Dessa forma, será possível fazer a cerimônia do seu jeito, e ainda realizar toda a parte burocrática da forma correta.

Então, me conta nos comentários: você chamaria algum de seus amigos ou parentes para celebrar seu casamento ou prefere da forma tradicional?

Seja como for, conte com a Altar para encomendar suas alianças dos sonhos em Ouro 18K! Temos modelos para os casais que preferem algo moderno, mas também para aqueles que não dispensam um clássico.

Clicar para ser atendido pela Altar Clicar para ser atendido pela Altar

Deixe uma resposta